Artigos
02
Junho
Da Liderança Clássica ao Coaching Executivo – Aprendendo a Liderar

A condução de um grupo de pessoas, transformando-a numa equipe que gera resultados é chamado de liderança. É a habilidade de motivar e influenciar os liderados, de forma ética e positiva, para que contribuam voluntariamente e com entusiasmo para alcançarem os objetivos da equipe e da organização.

Ao longo de sua história, o homem vem pesquisando a natureza e a forma de exercício da liderança, seja com Platão que argumentava em “A República que o regente precisava ser educado com a razão, Confúcio e seu “rei sábio” bem com Tao e seu “líder servo”.

Segundo pode ser observado, a liderança é um processo que influencia as atividades de um indivíduo ou de um grupo objetivando um resultado, objetivo. Dentro desta premissa, esta é a competência que mais influencia nos resultados gerencias. Portanto pode-se afirmar que aquilo de negativo ou positivo que acontece nas organizações está geralmente relacionado com o maior ou menor nível de competência gerencial.

Nos últimos anos, boa parte das pesquisas e obras sobre liderança têm sido criticadas por ser de escopo muito restrito, mais preocupada com a explicação dos comportamentos de líderes face a face com seus colaboradores, ao invés de examinar estes líderes no contexto maior de suas organizações, prestando pouca atenção ao papel da liderança organizacional em termos do tratamento da mudança ambiental. É o processo de maior importância ao qual se deve fazer ênfase.

Por isso, o líder diferencia-se do chefe, que é aquela pessoa encarregada por uma tarefa ou atividade de uma organização e que, para tal, comanda um grupo de pessoas, tendo autoridade de mandar e exigir obediência.

Para os gestores atuais, são necessárias não só as competências do chefe, mas principalmente as do líder. Hoje esta característica não é mais tida como diferencial, mas sim como algo necessário para o sucesso de um bom profissional e para isso podemos destacar a prática do Coaching.

Coaching já foi definido de muitas maneiras. A essência do coaching é: Ajudar a pessoa a mudar na maneira que ela quer, ajudando-a a caminhar na direção que ela quer ir.  Apóia a pessoa em todos os níveis do processo de tornar-se quem ela quer ser e ser o melhor  que ela pode, levando a tomada de consciência, potencializa escolhas e leva a mudanças. Ele libera o potencial da pessoa para maximizar o desempenho.

Neste sentido o coaching executivo visa a capacitar executivos na sua performance e excelência pessoal e nos negócios. Assiste o executivo na identificação de metas, valores, missão e propósito da empresa no mercado. Também trabalha a clareza da sua missão pessoal e empresarial, objetivando o equilíbrio dos propósitos da empresa, de suas necessidades humanas e dos diferentes papeis vividos na empresa, na família e na sociedade.

Os benefícios agregados que a empresa obtêm quando utiliza o coaching para desenvolver a performance de seus líderes pode ser observado no estímulo a criatividade, desenvolvendo o potencial do aconselhado para que o mesmo se sinta mais seguro sem se utilizar de ações centralizadoras, de controle excessivo ou de autoritarismo que tanto enfraquecem a criatividade dos indivíduos em equipe.

Portanto, caso a habilidade nata para liderar não seja a sua praia, utilize-se da ferramenta do Coaching,  os resultados obtidos para a sua empresa serão visíveis além da percepção dos seus comandados que, um líder nato é aquele que sabe identificar suas fraquezas e busca solucioná-las de forma eficaz  e profissional. Nisto a sua equipe vai se espelhar.